Deck para Arena 10 com Mineiro e Mini PEKKA (+4.500)



Olá Royalers, neste post vou compartilhar uma dica de deck que o membro /u/verdant compartilhou no reddit, portanto todos os créditos pelo deck e pela explicação vão para ele!

Deck para Arena 10 (+4.500 troféus)

Este deck levou o verdant de 3.500 troféus aos 4.600 com uma conta nível 10, ele vai exibir conhecimentos básicos do jogo e ter uma certa experiência com decks de mineiro. Obs: Este é geralmente um deck de 1 coroa, oq significa que você vai querer defender os pontos de vida da sua torre o quanto possível uma vez que você conseguir garantir uma coroa.
Neste guia do deck ele vai explicar o papel individual de cada carta, combos eficazes  e algumas dicas úteis para você usar. A melhor coisa deste deck é que ao contrário de outros, este é muito versátil e você pode usar todas as cartas tanto para defesa quanto para ofensiva.

Veja a formação completa do deck

Carta Mineiro de Clash Royale - Cards WikiCarta Mini PEKKA de Clash Royale - Cards WikiCarta dos Espíritos de Fogo de Clash Royale - Cards WikiCarta da Princesa de Clash Royale - Cards Wiki
Carta Exército de Esqueletos de Clash Royale - Cards Wiki Carta Raio de Clash Royale - Cards Wiki Carta Torre Inferno de Clash Royale - Cards Wiki Carta Servos de Clash Royale - Cards Wiki
Custo médio de elixir: 3.1 de elixir


Mineiro: Obviamente a carta chave deste deck. Você vai querer usa-lo principalmente como o seu tanque para as tropas de suporte, mas também pode ser usado como uma condição de vitória necessária. tente manter uma pressão sobre o seu adversário, mandando ele sempre que puder, mas lembre-se de posicionado em um lugar diferente cada vez. O mineiro pode ser usado na defesa se realmente necessário, servindo igual ao cavaleiro, só que mais fraco.

Mini PEKKA: De longe a carta mais subestimada em todo jogo atualmente. Ela é responsável por causar o dano deste deck, esta carta é versátil e pode destruir tanques e com a ajuda do Mineiro é possível formar um contra ataque poderoso. A Mini PEKKA brilha na defesa e é excelente na ofensiva, conseguindo destruir uma torre facilmente... o difícil é conseguir fazer ela chegar até lá. Mas se você usa-la acompanhada de outras tropas de suporte como Espíritos de Fogo, com isto o inimigo não vai conseguir se defender com hordas ou com a mesma quantidade de elixir.

Zap: Apesar do recente NERF, ela ainda continua sendo uma carta versátil, consegue matar hordas de tropas baratas, resetar o carregamento da Torre Inferno e Dragão Infernal, bem como fazer as torres focarem o alvo novamente, uma das suas principais características. Geralmente ele é usado

Princesa: Uma ótima carta de suporte, mesmo com a ascensão do tronco ofuscando a sua taxa de utilização. A Princesa continua me salvando em muitas jogadas. Sempre tente separa-la do seu push para que ela não seja morta ao defender as tropas. Ela também pode ser usada como um bait de feitiço (forçar o inimigo a usar um feitiço). Dica: Se o adversário colocar a sua princesa atrás da torre do rei, imediatamente coloque a sua no rio, desta forma a sua terá uma garantia de dano no seu adversário, mantando a princesa dele enquanto a sua continua viva*

Exército de Esqueletos: Outra carta afetada pelo aumento da popularidade do tronco, mas aina é uma das melhores épicas do jogo. Deve sempre ser usada na defesa para combater tanques e tropas de dano pesado, sempre que você tiver certeza que o adversário não tenha Zap na mão para que você não seja surpreendido e não perca uma torre. Em batalhas que você enfrentar um adversário que não tenha tropas de dano em área você possui uma grande vantagem. Outra coisa, mesmo que o exército de esqueletos se mostrem eficientes na defesa contra tanques, coloque primeiro a Torre Inferno e em seguida limpe com o exército de esqueletos.

Espíritos de Fogo: Sua principal fonte de dano em área e dano barato. Estes três pequenos irmãos são geralmente subestimados e ignorados pelo adversário. Seu counter alternativo contra o Barril de Goblins, caso o exército de esqueletos não esteja na sua mão. Dica: Eu geralmente gosto de começar o jogo com os espíritos de fogo puros, fazendo o seu deck girar e forçando o adversário a usar uma carta ou tomar 500 de dano.

Torre inferno: Esta carta combina muito bem com o exército de esqueletos, como já falado acima, elas são iscas de Zap. Se você ver que ele tem Zap ou Tronco não esqueça de guardar a sua Mini PEKKA para defesa. A colocação da sua torre inferno depende da situação, mas na maioria das vezes você vai querer que ela seja atingida por tropas de suporte, enquanto as suas tropas causam dano.

Servos: Outra carta forte que sobreviveu através de vários METAS de jogo, mantendo sua versatilidade. Os servos são uma grande tropa de suporte que pode facilmente eliminar adversários dano aéreo fraco. Se você esta enfrentando deck de Cemitério certifique-se de guardar os servos e ainda manter outra carta no caso do adversário ter gelo.


Partidas com decks favoráveis

Decks de Golem: Assim como qualquer outro deck que necessita de um tanque, esse nosso consegue vence-lo, uma vez que este aqui é mais rápido, e decks pesados não conseguem se defender e formar um contra ataque consistente na maioria das vezes. Não deixe seu adversário um push perfeito e tente manter seus counters fora de ciclo. Eu geralmente defendo um BIG PUSH e formo um contra ataque e acabo garantido vitória de uma coroa.

Deck Lavaloon: O Lavaloon ficou popular com a chegada dos Bárbaros de Elite e a falta de cobertura aérea em muitos decks. Felizmente aqui isso não é um desses fatores, a Torre Inferno dede conseguir protege-lo bem e o Exército de esqueletos deve ajudar a distrair tropas de suporte enquanto suas torres também causam dano. Espíritos de fogo podem sevar mais de 30% de vida dos balões se vocês estiver em apuros. Sua ofensiva deve consistir principalmente no ciclo de mineiro + servos para manter a pressão alta. Mais 70% é a chance de ganhar contra esse tipo de deck.

Corredor com Gelo e Bárbaros de Elite: De longe uma das melhores combinações, tente se manter sempre por dentro do ciclo do seu adversário, sendo um Corredor com Gelo você consegue combate-lo perfeitamente. O deck do oponente é fraco para Mineiro + Servos, pois geralmente ainda trazem Zap e Gelo. A torre inferno posicionado corretamente pode fazer o corredor se tornar alvo das duas torres e elimina-lo rapidamente. Ao defender dos Bárbaros de Elite, fique calmo e não coloque as tropas em cima deles, comece puxando eles com os espíritos de fogo e em seguida use o exército de esqueletos ou Mini PEKKA.

Decks de Gigante: O mais fácil de se defender. O objetivo principal é quebrar o ciclo do oponente com o mineiro. Se o adversário usar flechas, rapidamente coloque os servos na arena (na ponte) e em seguida o mineiro na torre. Com isso o primeiro servo vai servir de tanque para 3 hits e o mineiro vai servir de tanque para os outros dois servos. Nunca permita que um Gigante chegue na sua torre com muita vida, tente manter uma vantagem positiva de elixir e lembre-se de eliminar as tropas de suporte antes de lidar com o Gigante.

Decks isca de Zap: Este deck possui geralmente algumas tropas de dano em aerea e pode ser considerado difícil de combater com um deck isca de zap. Dica: Nunca mate barril de goblins com zap, a maioria desses decks possuem tronco + bola de fogo, o que deixa vulnerável a possibilidade de defender com espírtos de fogo ou exército de esqueletos. Mas espíritos de fogo +  Mini PEKKA podem causar um dano muito bom na torre do adversário se ele não tiver um exército de esqueletos também na mão. Guarde os espíritos de Fogo para  combater horda e Zap para exército de esqueletos. A torre inferno será inútil a menos que ele tenha fornalha, coloque a torre inferno de forma que consiga eliminaros espíritos de fogo antes de causarem dano as suas torres.


Partidas que geralmente podem levar ao empate...

Deck de Cemitério com Gelo: de longe um dos tipos de decks mais complicados de enfrentar. Se você ver um cemitério na arena, imediatamente espere pelo gelo ser usado. Estas partidas eu geralmente acabo empatando, uma vez que este deck não é bom em combate-lo e partir pro contra ataque pra derrubar uma tore. Se servos forem congelados, dê um Zap nos esqueletos acumulados (isso vc ganha prática com o tempo). Tente manter o controle do jogo e lembre-se de guardar seus servos e tentar reaproveita-los.

Deck de Corredor com Golem de Gelo: Outro tipo de deck chato de combater com nossas cartas. Golem de Gelo e arqueiras são faceis de combater, mas o Corredor + Golem de Gelo pode fazer você entrar em um péssimo ciclo de cartas. Tente sempre guardar a Torre Inferno para se defender, este é um dos truques para combater esse combo, geralmente eu venço a batalha durante o tempo de elixir em dobro, quando o adversário tenta combar rapidamente com o seu corredor e eu deixo ele vulnerável.

Gigante Real + Fornalha: Se você encontrar um adversário com esse combo, dependendo dos feitiços e tropas de dano em área, você terá que adaptar o seu estilo de jogo. Tem Tronco e zap?! Então você deve guardar a Torre Inferno (que vai tomar zap) e Mini PEKKA para combater tanques. A fornalha pode ser irritante, especialmente se o adversário passar o tronco na sua princesa (kkk). Mineiro + Servos geralmente me da ótimo resultado.


Partidas desfavoráveis...

Decks que cicla três mosqueteiras: Uma das combinações mais interessantes, pois se você tomar uma torre do adversário, basicamente vai ter que ficar só segurando a partida, colocando tropas em cima das três  mosqueteiras, de forma que elas se tornem alvo da torre. Defenda-se geralmente com o exército de esqueleto (mas não faça sempre) e/ou Mini PEKKA + espíritos de Fogo.

X-besta + morteiro: Uma combinação difícil de combater com este deck. Tente tomar uma torre no inicio do jogo ou então você vai cair no ciclo do adversário e não vai ter volta. Dica: Mude seu counter a cada rodada, não use torre inferno frequentemente ou o adversário vai prever sua jogada.


Possíveis substituições

  • Bola de Fogo pode ser substituir a princesa caso você ainda não tenha desbloqueado ela. Isto fará o deck mais equilibrado, mas vai remover uma grande tropa ofensiva.
  • O Tronco pode substituir os Espíritos de fogo, se você sentir que já tem dano em área suficientes e precisar de mais controle terrestre.
  • Mago elétrico pode um substituto interessante para a Mini PEKKA, se você quiser experimenta-lo. Você terá menos controle de tanques, mas muito mais cobertura aérea e dano. em mais de um alvo.
  • Fornalha: Esta carta é muito boa em desafios, mas não é boa no push de troféus, pois exige muito esforço para subir. A Torre inferno é muito mais confiável, mas a fornalha é ótima na ofensa e permite que você se sinta mais defendido. Observe também que isto fará o deck ser mais vulnerável à Lançadores e Tanques.

Lembrando novamente que este deck foi originalmente compartilhado pelo /u/verdant lá no Reddit, então todos os créditos pela criação e texto vai pra ele, apenas traduzi e fiz algumas adaptações pra vocês!
Lucas Felix Administrador

Criador de conteúdo para internet desde 2009, viciado em Clash of Clans e Clash Royale. Administrador de alguns outros sites por aí, 23 anos e querendo visitar o QG da Supercell! (fikdik SC). Update:Fui visitar a Supercell, clique aqui e veja tudo sobre a viagem! \o/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acesse

As melhores Dicas para Clash of Clans

Participar de Grupo no Facebook de Clash Royale
Este é um fã site de Clash Royale. Portanto a Supercell não é responsável pelo funcionamento ou pelo conteúdo deste!