Deck de Corredor, Gelo e Dragão Infernal – Deck do Leitor

5
3234

A dica de deck de hoje foi sugerida pelo leitor Alan Martins, confiram abaixo as cartas, explicação completa da utilização de cada uma em jogo, dicas de combos e etc.

Deck de Corredor, Gelo e Dragão Infernal - Deck do Leitor

O Deck é de minha autoria, nunca vi um igual no jogo, embora existam semelhantes. Estou atualmente na Arena 10, variando entre 3500 e 3300 troféus, e utilizo esse deck desde que ganhei o Dragão Infernal, minha primeira lendária, quando ainda estava na Arena 7. O deck é uma mistura de Trifecta com Corredor + Gelo. Segue a formação de cartas:

Carta Corredores de Clash Royale - Cards Wiki Carta Valquíria de Clash Royale - Cards Wiki Carta Exército de Esqueletos de Clash Royale - Cards Wiki Carta Gelo de Clash Royale - Cards Wiki
Carta Mago de Clash Royale - Cards Wiki Carta O Tronco de Clash Royale - Cards Wiki Carta dos Espíritos de Fogo de Clash Royale - Cards Wiki Carta Dragão Infernal de Clash Royale - Cards Wiki

Guia de como utilizar o deck

Corredor: Carta principal para o ataque, sendo essencial nos momentos em que o jogo exige um posicionamento mais ofensivo por parte do jogador. Pode ser combinado com Gelo ou O Tronco, os dois feitiços do deck, ou também pode ser utilizado como um tanque, com o Mago posicionado atrás.

Valquíria: Carta bastante versátil, podendo ser utilizada tanto na defesa quanto no ataque. Uma maneira eficaz de combater um combo inimigo, é posicionando a Valquíria bem no meio das tropas adversárias, utilizando seu poder de dano em área para combatê-las, e posicionando o Mago atrás, geralmente atrás ou ao lado da sua torre. O dano em área das duas cartas é bastante eficaz contra Bárbaros, Bárbaros de Elite, etc. A Valquíria também pode ser utilizada como ataque em um combo Valquíria + Dragão Infernal + Espíritos de Fogo, onde ela atua como tanque.

Exército de Esqueletos: Importante carta defensiva, bastante eficaz contra Gigante, Gigante Real e Bárbaros de Elite, por exemplo, tropas bastante utilizadas, principalmente acima de 3000 troféus. Também pode ser usado para distrair tropas aéreas como Dragão Infernal e Megasservo.

Gelo: Feitiço auxiliar, uma ótima forma de surpreender seu adversário. Recomenda-se utilizá-lo depois que as tropas inimigas já estiverem em campo e o Corredor ou Dragão Infernal já tiverem alcançado a torre, para congelá-las enquanto sua tropa faz o dano. Também pode ser utilizado como defesa junto com a Valquíria ou o Exército de Esqueletos, para atacar um combo de tropas inimigas, ou até mesmo nos segundos finais da partida, para segurar o Corredor, Gigante, Gigante Real, Golem, Balão ou Lava Hound do adversário.

Mago: Substitui a Mosqueteira neste “trifecta”, devido a grande vantagem do seu dano em área, importantíssimo para combater Horda de Servos. Além disso, é bastante eficaz colocá-lo atrás da sua torre quando um combo inimigo se aproxima, junto com a Valquíria na dianteira para proteção, distração e mais dano em área. Pode substituir os Espíritos de Fogo no combo Valquíria + Dragão Infernal + Espíritos de Fogo, preferencialmente quando o elixir estiver em 2x. São várias as utilidades do Mago, é uma carta versátil que é bastante útil tanto na defesa quanto no ataque, carta essencial na formação desse deck.

O Tronco: Um feitiço bastante útil, possui um dano forte para uma carta que custa apenas 2 de elixir, podendo causar um dano considerável em todo um combo inimigo que se aproxima da torre. Também pode ser usado para surpreender o adversário quando o mesmo usa Exército de Esqueletos, Goblins ou Gangue de Goblins para segurar seu Corredor, numa tentativa de adivinhar a jogada do seu oponente, devido a rolagem lenta do Tronco.

Espíritos de Fogo: Assim como O Tronco, possui um dano muito forte para uma carta de 2 de elixir, portanto os Espíritos de Fogo são importantes para manter um equilíbrio no custo médio do deck. É interessante utilizá-lo para matar tropas distraídas, como uma Mosqueteira ou um Mago que atacam sua torre, além de oferecer uma vantagem de 3 de elixir para matar Horda de Servos. Também pode ser utilizado no combo Valquíria + Dragão Infernal + Espíritos de Fogo, com a função de eliminar os Servos.

Dragão Infernal: A principal carta lendária deste deck, é bastante útil na defesa contra combos com tanque, principalmente se utilizado junto com Valquíria e/ou Mago. Também é uma carta perigosa para o oponente quando chega na torre, se combinada com o feitiço de Gelo. É uma carta lendária bastante criticada, por sua fácil distração e pontos de vida relativamente baixos, porém essas desvantagens só se tornam realmente gritantes quando o jogador utiliza o Dragão Infernal sozinho, sem uma Valquíria ou Corredor para ser usada como tanque, ou um Mago ou Espíritos de Fogo na retaguarda para eliminar Servos, Arqueiras, etc. O Dragão Infernal é uma importante tropa auxiliar nesse deck.

Possibilidades de Combos

  • Corredor + O Tronco: Posicione o Corredor, aguarde 1 segundo ou menos e em seguida lance O Tronco. Esse combo é leve e bastante útil no meio da partida, quando já se conhece o deck do oponente, e você sabe que ele utiliza Gangue de Goblins ou Exército de Esqueletos para combater o seu Corredor.
  • Corredor + Gelo: Combo bastante eficaz se utilizado da maneira correta. O Gelo é uma carta com um alto valor de elemento surpresa, portanto é interessante se você segurar a carta até aproximadamente metade da partida. Posicione o Corredor, aguarde até que ele chegue na Torre, selecione o Gelo e posicione seu dedo de forma que tanto a torre quanto a tropa que o adversário posicionar possam ser congelados, e aguarde até que seu oponente posicione a sua tropa. Quanto mais elixir ele gastar melhor, já que não poderá agir de imediato para parar o Corredor, ou seja, esse combo é ainda melhor contra decks pesados.
  • Valquíria + Dragão Infernal + Espíritos de Fogo: Aqui, a Valquíria age como tanque, enquanto o Dragão Infernal segue atrás com seu dano contínuo, e os Espíritos de Fogo na retaguarda, principalmente destinados para matar Servos e Horda de Servos. Se o Dragão conseguir chegar até a torre e seu elixir já tiver carregado, você também pode usar o feitiço de Gelo.
  • Corredor + Mago: um combo simples, mas que pode render um bom dano na torre inimiga. Depois de utilizar o Mago para defesa, e enquanto ele se dirige ao campo de batalha adversário, posicione o Corredor na sua frente para que ele possa atuar como tanque (lembrando que o Corredor pode pular o rio, então você pode posicioná-lo no meio do campo para que ele salte e caia na frente do Mago).
  • Corredor + Mago + Gelo: utilize esse combo de preferência quando o jogo estiver em 2x de elixir.
  • Valquíria + Dragão Infernal + Mago: utilize esse combo de preferência quando o jogo estiver em 2x de elixir.

Vantagens do deck

  • Tem o valor médio de 3,5 de elixir, portanto, pode ser considerado um deck leve;
  • Possui muitas cartas que combatem os Bárbaros de Elite, como Valquíria, Mago, Espíritos de Fogo e Exército de Esqueletos;
  • Possui o Dragão Infernal e Exércitos de Esqueletos, que combatem bem o Gigante, Gigante Real, Golem, Corredor, Pekka, etc;
  • As Três Mosqueteiras são facilmente combatidas, com Valquíria, Mago, Gelo, Exército de Esqueletos e/ou Espíritos de Fogo;
  • Também é eficaz na defesa contra um combo de Lava Hound, onde você poderá utilizar o Dragão Infernal para matar o Lava Hound, enquanto o Mago, posicionado ao lado ou atrás da torre, dá um dano adicional e mata os Lava Pups;
  • A Valquíria e o Mago tem uma combinação muito boa de dano em área na defesa contra combos.
  • Você pode utilizar o combo Corredor + O Tronco quando o adversário usa a Lápide para distrair o Corredor, já que O Tronco destrói a lápide e também mata os esqueletos que são gerados.

Desvantagens

  • Decks de Torre Inferno, Fornalha, Canhão e Tesla podem ser um incômodo, já que distraem o Corredor.

Então é isto pessoal, espero que tenham gostado da minha sugestão! Admiro muito o site Clash Royale Dicas, acesso quase que diariamente em busca de dicas e novidades!

Créditos: Alan Martins